quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

MARQUINHOS E GEOVANNI SE APRESENTÂO NO SANTOS


Aos 28 anos e sem medo de pressão, o meia Marquinhos se apresentou nesta quarta-feira ao Santos garantindo que chega para “levantar taças”. Destaque do Avaí no Brasileirão 2009, o jogador foi disputado por Peixe e Flamengo, mas acabou optando pela equipe da Vila Belmiro por causa do seu bom relacionamento com o técnico Dorival Júnior Cobranças vão ser normais. Já passei por grandes equipes e sei como é isso. Não tem problema. Importante é que assinei um contrato bom (três anos). Tempo suficiente para se adaptar, conhecer o clube e fazer história. Temos a obrigação de conquistar títulos. Nossa ideia é levantar taças - afirmou.

Marquinhos encara agora sua terceira chance em um grande clube do eixo Rio-São Paulo. Ele passou por Flamengo (2002) e São Paulo (2004), mas sem grande destaque. No Fla, ele diz que não foi bem porque não teve chances. Já no Tricolor, alega, o contrato era curto.

- Ainda assim, joguei mais jogos que Souza e Danilo. Mas é que o São Paulo não ganhou aí falaram que foi o Marquinhos que não venceu. Mas é normal. Importante é que estou voltando ao futebol paulista, em um clube grande, que está acostumado a ganhar títulos. É a prova que os meus dois últimos anos no Avaí foram proveitosos.

O presidente do Santos , Luis Álvaro de Oliveira, está sorrindo à toa com o retorno de Giovanni ao clube. Primeiro ao ver que o jogador, de 37 anos, mostrou estar em plena forma durante os exames físicos e médicos. E também porque o meia, por sua qualidade, pode ser a solução para outro setor: o ataque. O mandatário vê o atleta como um possível centroavante pivô, principalmente após o clube ter desistido de contratar Souza, do Corinthians , que não tinha a aprovação da torcida e custaria muito aos cofres do Peixe.

- Tentamos contratar um centroavante pivô, não deu certo, mas a vinda do Giovanni pode ser uma solução criativa para esse problema. No caso do Souza, as condições financeiras não foram satisfatórias e vimos uma resistência muito grande da torcida. O olho clínico do técnico é de primeira e apostávamos nisso, mesmo enfrentando descrédito da torcida, mas desistimos por causa da parte financeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
BlogBlogs.Com.Br